Pânico

Um ataque de pânico é um episódio de ansiedade intensa que é acompanhado por medo e por várias reações físicas.

Os sintomas podem surgir inesperadamente, intensificarem-se muito rápido, dificultando a perceção do que esteve na sua origem. Os sintomas de um ataque de pânico podem ser tão fortes e aparecer tão rapidamente que simulam doenças graves, como um enfarte, um AVC ou gerar uma sensação de morte iminente.

Esteja atento aos sintomas:
  • Ritmo cardíaco acelerado, palpitações;
  • Dor no peito;
  • Dificuldade em respirar;
  • Transpiração;
  • Tremores;
  • Náuseas;
  • Tonturas;
  • Medo de perder o controlo, enlouquecer ou morrer;
  • Entre outros.

Esta patologia é cada vez mais frequente, afetando pessoas de todas as faixas etárias, porém tem tratamento, com a devida ajuda dos profissionais mais adequados.

Como poderemos obter um diagnóstico?

É de notar que só pode existir uma confirmação da patologia caso se vejam obedecidos vários critérios clínicos, tais como:


  • Os pacientes devem ter ataques de pânico recorrentes, sendo que a frequência não é especificada, mas que mais de um ataque foi seguido de uma ou ambas as seguintes condições (por mais de um mês):
  • Preocupação persistente sobre ter ataques de pânico adicionais ou preocupações com as possíveis consequências (perda de controlo, loucura, entre outras);
  • Resposta comportamental desadequada aos ataques de pânico (evitar atividades comuns como exercício físico ou situações sociais para tentar prevenir novos ataques);

  • No Hospital Particular – Grupo Saúde encontra uma equipa multidisciplinar de psicólogos, psiquiatras, psicólogos infantis e pedopsiquiatras que o podem ajudar a gerir a ansiedade e a lidar com os ataques de pânico.
     Pânico