Risco Cardiovascular

A doença cardiovascular é a principal causa de morte em todo o mundo, incluindo na Europa.

Os principais fatores de risco CV são tabagismo, hipertensão arterial, diabetes, colesterol alto ou sedentarismo.
Quando esses fatores estão presentes, eles aumentam o risco de doença coronariana (angina ou ataque cardíaco), acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca ou até mesmo morte súbita.

O que posso fazer para manter um risco cardiovascular baixo?

Os hábitos saudáveis protegem o coração, mas mantê-los ao longo da vida pode ser um desafio. 

Os comportamentos saudáveis protegerão o coração e mantê-lo-ão forte durante toda a vida. É irrealista esperar mudanças radicais no estilo de vida de um dia para o outro. Para criar hábitos duradouros, comece gradualmente com uma vitória fácil e manter-se fiel a ela. Pequenos ajustes podem trazer benefícios significativos.

  • • O que come e quanto come tem um grande efeito sobre a saúde do coração e é uma das melhores formas de começar. Quando comer fora, escolha opções saudáveis.
  • •atividade física reduz o risco de muitas formas. Ajuda a controlar o peso corporal, a pressão arterial, os lípidos e açúcar no sangue, e torna-o mais feliz. Não precisa de ficar super em forma. Até mesmo só um pequeno aumento da atividade física traz melhorias para a saúde. Se conseguir continuar a aumentar, ainda melhor! Se sentir preguiça, peça a um amigo para fazer uma caminhada consigo. Tente manter um bom nível de exercício.
  • • Evite as bebidas alcoólicas ou beba com moderação. As bebidas alcoólicas devem ser limitadas a dois copos por dia (20 g/dia de álcool) para os homens e um copo por dia (10 g/dia de álcool) para as mulheres. Se não bebe, não comece.
  • • Nunca fume e tente ficar longe das áreas de fumadores. O tabagismo passivo pode ser perigoso para si e para a sua família. Parar de fumar é a maneira mais eficaz de reduzir o risco de doenças cardíacas e pulmonares.
  • •Verifique regularmente o seu peso corporal. Conseguir e manter um peso saudável tem um efeito favorável na pressão sanguíneacolesterol sangue e diabetes, e reduz o risco cardiovascular. Tanto o excesso de peso como a obesidade estão ligados a uma maior probabilidade de morte prematura. O risco é menor com um índice de massa corporal (IMC) entre 20 e 25 kg/m2 (em pessoas com menos de 60 anos de idade). Uma maior redução de peso não protege das doenças cardiovasculares.

 


Um estilo de vida saudável é a base para a prevenção de doenças cardiovasculares. A eliminação de comportamentos pouco saudáveis evitaria pelo menos 80% das doenças cardiovasculares e 40% dos cancros.


 

Nutrição

  • Os alimentos que escolhe comer podem aumentar ou reduzir o risco de doença cardiovascular. Limite a ingestão de energia à quantidade necessária para manter (ou obter) um peso saudável, ou seja, um índice de massa corporal (IMC) superior a 20 mas inferior a 25 kg/m2.
     Uma dieta saudável é baixa em gordura saturada (dura) e visa produtos de grãos integrais, legumes, fruta e peixe. Consulte a tabela abaixo para obter mais informações.
  • Os suplementos dietéticos geralmente não são necessários se a alimentação for saudável e equilibrada.

 

O que constitui uma alimentação saudável?

  • • A gordura saturada deve representar menos de 10% da ingestão total de energia. Substitua a gordura saturada (creme, queijo, manteiga, outros produtos láteos integrais e carnes gordurosas) por gordura polinsaturada (como nozes, sementes de girassol, sementes de linhaça ou óleo de linhaça, peixe, como salmão, cavala, atum e truta).
  • • Mantenha a gordura trans o mais baixa possível. Tente evitar gorduras trans artificiais em alimentos processados (estas podem ser encontradas em “fast food”, snacks, batatas fritas, biscoitos, alguns produtos pré-preparados, como massa para tartes, etc.) e mantenha as gorduras trans naturais a menos de 1% da ingestão total de energia.
  • • Menos de 5 g de sal por dia.
  • • 30 a 45 g de fibra por dia, de preferência de produtos integrais.
  • • Pelo menos 200 g de fruta por dia (duas a três porções).
  • • Pelo menos 200 g de legumes por dia (duas a três porções).
  • • Peixe uma a duas vezes por semana, uma das quais peixe gordo.
  • • 30 g de nozes sem sal por dia.
  • • As bebidas alcoólicas devem ser limitadas a dois copos por dia (20 g/dia de álcool) para os homens e um copo por dia (10 g/dia de álcool) para as mulheres.
  • • Devem ser evitados os refrigerantes açucarados e as bebidas alcoólicas.


 

Tabagismo

  • Evite a exposição ao tabaco seja ela qual for, incluindo o tabagismo passivo que pode prejudicar os não fumadores.
  • Parar de fumar é a maneira mais eficaz de prevenir doenças cardiovasculares.
  • O processo de parar de fumar funciona melhor quando inclui aconselhamento de um profissional de saúde, terapia de substituição da nicotina e acompanhamento posterior.
  • Os cigarros eletrónicos devem ser restringidos da mesma forma que os cigarros.
     
     

• Comportamento sedentário e atividade física

  • • A atividade física regular é um pilar da prevenção e reduz o risco de morte por doenças cardiovasculares e muitas outras causas.
  • • A atividade física aumenta a aptidão física e melhora a saúde mental.
  • • Escolha uma atividade de que goste, como caminhada, ciclismo ou natação. Ser ativo não implica ir ao ginásio.
  • •Para aumentar a motivação e a adesão, faça exercício com a família e os amigos.
  • • Vise pelo menos 150 minutos por semana de atividade física aeróbica moderada (30 minutos em cinco dias por semana) ou 75 minutos por semana de atividade física aeróbica intensa (15 minutos em cinco dias por semana) ou uma combinação das duas. Atividade aeróbica significa mover-se o suficiente para ficar um pouco ofegante.
  • • Para um benefício extra, aumente gradualmente o exercício aeróbico moderado para 300 minutos por semana ou 150 minutos por semana de exercício intenso, ou uma combinação equivalente.
     
     
  • Se tiver um estilo de vida inativo, comece com uma atividade física ligeira e aumente gradualmente.
  • De um modo geral, se estiver saudável e não tiver doenças graves, pode dar início à atividade física sem qualquer avaliação clínica formal. Em caso de dúvida, consulte o seu médico de família.
  • As pessoas inativas com fatores de risco cardiovascular que querem fazer exercício ou desportos intensos devem realizar primeiramente um exame clínico, incluindo um teste de esforço físico.
     
     

 Avaliar o risco de doença cardiovascular

Prever o risco cardiovascular de uma pessoa é muito importante para os profissionais de saúde na prevenção de doenças cardiovasculares. 

O SCORE (Systemic Coronary Risk Estimation) é uma ferramenta de avaliação de risco fácil de utilizar, desenvolvida para apoiar os profissionais de saúde na avaliação do risco de morte do doente por causas cardiovasculares (cardíacas e circulatórias), como enfarte do miocárdio (ataque cardíaco), insuficiência cardíaca (incapacidade do coração para bombear sangue) ou acidente vascular cerebral (bloqueio súbito de um vaso sanguíneo que transporta oxigénio e nutrientes), nos dez anos seguintes. 

 

Peça ao seu médico uma avaliação de risco personalizada.

 

 

Referências:

  • Sociedade Portuguesa de Cardiologia
Principais Fatores de Risco Cardiovascular